sábado, 15 de fevereiro de 2014

Batalha do Pacífico (2013)



"Um grupo armado com robôs gigantes enfrenta monstros alienígenas saídos de um portal no fundo do Pacífico" é, basicamente, a premissa deste filme. Pode não parecer muito original e, sejamos honestos não o é. Porém, não é por isso que deixa de ser um dos filmes que mais me entusiasmou nos últimos tempos.

A história em si não é particularmente interessante, segue a estrutura geral comum à maior parte dos filmes de acção. Mas é a construção do universo, a sensação de que existe um mundo muito além do que nos é mostrado e uma história passada rica o que verdadeiramente nos conquista neste filme. Já há muito que um filme não me puxava tanto para o interior do seu universo ficcional. Tivesse eu mais tempo, mergulharia de bom grado no (pouco) material de universo estendido que existe.

As personagens estão bem construídas e são bastante distintas, com personalidades bem vincadas, o que vai ao encontro aos filmes e, principalmente, das séries de animação em que se inspira

E não se pode falar neste filme sem falar nos efeitos especiais e nas cenas de acção, capaz de transformar qualquer um que tenha crescido com, digamos, "Saber Rider", "Power Rangers" ou "Voltron" outra vez numa criança colada à televisão à espera que o seu robô favorito execute o seu "signature move".

Não sendo brilhante nem indispensável, "Batalha do Pacífico" é um dos filmes mais divertidos que vi em 2013 e fará as delícias de qualquer um que tenha crescido com as séries animadas de robôs gigantes ou com "Tokusatsu ".

Sem comentários:

Publicar um comentário